CULTURA

  • Jorge Campos

O regresso da História



A evidência do ano (1919) foi a confirmação do regresso em força da História. A foto é de Agustí Centelles, fotojornalista catalão que cobriu a Guerra Civil de Espanha do lado republicano. Poucas horas antes da queda de Barcelona nas mãos dos fascistas, Centelhes conseguiu escapar para França, através dos Pirinéus, tendo como única bagagem uma maleta com milhares de negativos. Ttivessem eles caído nas mãos de Franco e muitos republicanos teriam sido identificados e, provavelmente, fuzilados. A Guerra Civil de Espanha fez mais de 400 mil mortos. O estado espanhol nunca soube - ou não quis - lidar com o passado. Uma parte substancial do Partido Popular saiu do franquismo e isso explica muita coisa, mas não explica tudo. O homem da foto existiu, agigantou-se, foi muitos. A pretexto de não reavivar feridas do passado, ninguém lhe fez justiça. O problema é que as feridas devem ser tratadas. Não o tendo sido, regressaram os velhos fantasmas. É o que dá varrer a História para debaixo do tapete.

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo