CULTURA

  • Jorge Campos

Censura



Publiquei em tempos uma foto de Willie Zielke, um grande fotógrafo e cineasta de quem já ninguém fala. Zielke, entre outras coisas, filmou o prólogo de Olympia de Leni Riefesnthal e foi dado como louco pelo Dr. Goebbels. A foto, com mais de 80 anos, era de uma mulher nua. Partilhei-a por ser bela e por eu próprio estar a fazer um trabalho académico do qual ela faz parte. O facebook entendeu retirá-la, advertir-me e ainda me obrigou a ler um código de conduta sobre a exposição da nudez. Se for levado à letra, acabaram-se as imagens da arte erótica indiana ou peruana, a arte shunga japonesa, imagino que a Origem do Mundo do Courbet, os desenhos de Milo Manara, as fotos que Man Ray fez de Lee Miller, em suma, tudo pode ser proíbido. Mas o facebook é generoso. Pede desculpa porque quando toca à arte percebe que é chato censurar. Então porque é que censura? Porque, segundo percebi, a "comunidade global"(sic) é quem bloqueia. O código, por acaso, até tem partes muito boas. Por exemplo, há uma em que discorre sobre os seios das mulheres e alerta para os mamilos que, pelos vistos, produzem um efeito desestabilizador. Bem, aqui fica mais uma oportunidade para a "comunidade global" zelar pelos bons costumes. É outra foto de Willie Zielke. Mas desta vez não me venham falar de mamilos, ok?

164 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo