CULTURA

  • Jorge Campos

Cinema e Fascismo 1

Atualizado: 6 de Out de 2020



Resolvi partilhar memórias de filmes de algum modo relacionados com o fascismo. Dados os sinais do tempo penso que todos teremos a ganhar vendo ou revendo alguns deles. Para reflectir. Começo com um óbvio, Casablanca (1942) de Michael Curtiz. Foi um filme totalmente feito em estúdio, em contra-relógio. No início da rodagem o argumento não estava sequer terminado e o final só ficou decidido mesmo em cima da hora. Durante algum tempo, nos países europeus onde foi possível iludir a censura dos governos colaboracionistas, a cena no bar de Rick Blaine onde se canta A Marselha foi aplaudida de pé pelo público. O gesto repetiu-se muitas vezes no pós-guerra. O filme ganhou vários óscares, aos quais dou apenas uma importância relativa. Mas é verdade que as estatuetas ajudaram à promoção.



71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo