CULTURA

  • Jorge Campos

Guernica



Na tarde de 26 de abril de 1937, a Legião Condor, com as suas esquadrilhas de aviões alemães e respectivas tripulações, levou a cabo o massacre de Guernica, no País Basco. Hitler ia em apoio dos fascistas de Franco, logo no início da Guerra Civil de Espanha. Os bombardeamentos intensivos de populações civis indefesas, aos quais os estrategas de Goering chamaram bombardeamentos de saturação, deram origem a um outro tipo de guerra: matar, matar, matar. Um ensaio para desenvolver na II Guerra Mundial. Desde sempre, por razões geracionais, mas sobretudo pela indescritível brutalidade do acto, a Guerra Civil de Espanha e a ordem negra que dela resultou, sempre foram para mim motivo de reflexão. E uma das maiores emoções da minha vida tive-a quando pela primeira vez vi a monumental obra de Picasso no Reina Sofia, em Madrid, com a qual me deparei após um longo contacto com os numerosíssimos esboços e estudos prévios que lhe deram origem.

107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo