CULTURA

  • Jorge Campos

Cinema e fascismo 8



Hoje escolho dois filmes com uma temática comum, a operação antropóide da qual resultou o atentado que vitimou uma criatura infame, Reinhard Heydrich, número dois das SS de Himmler, chefe da Gestapo, delfim de Hitler e arquitecto da Solução Final. os filmes são Anthropoid (2017) de Sean Ellis e O Homem de Coração de Ferro (2016) de Cédric Jimenez. A imagem é deste último. Ambos são estimáveis e ambos suscitaram reacções críticas à direita europeia com o argumento de já todos estarem fartos de recordar as atrocidades do passado. Não deixa de ser sintomático. Sinais dos tempos. A história desta operação é recorrente no cinema (até Fritz Lang a abordou) e na literatura. Aliás, o filme de Jimenez é uma adaptação do prémio Goncourt de 2010 HHhH de Laurent Binet. Dito isto, ambos os filmes evocam o lançamento de paraquedistas da Resistência de Londres sobre o então protectorado da Boémia-Morávia (Checoslováquia) com o intuito de assassinar Heydrich, o carniceiro de Praga. O atentado acabou por ser bem sucedido e desencadeou o fuzilamento de milhares de checos, fazendo literalmente desaparecer do mapa, por exemplo, a aldeia de Lidice.

86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo