CULTURA

  • Jorge Campos

Cinema e fascismo 18

Atualizado: 14 de Nov de 2020



Missing (1982) de Costa-Gravas. Agora, que há quem na América Latina queira voltar aos velhos tempos, vale a pena rever alguns filmes. Este é um deles. Embora o Chile nunca seja nomeado, é evidente que se trata do golpe de Pinochet de 1973. Para os mais esquecidos, o golpe militar que derrubou o presidente Salvador Allende foi orquestrado pela CIA e pelo então secretário de estado Henry Kissinger, a quem, posteriormente, foi atribuído o Nobel da Paz. Foi mesmo, é verdade. A história é baseada em factos reais. Ed Horman, um pai americano, conservador, homem de negócios e sem qualquer dúvida sobre a bondade da política externa do seu país, vai procurar o filho, na companhia da nora, a um país onde os militares tinham acabado de derrubar o presidente eleito. Anda por estádios onde estão prisioneiros milhares de cidadãos, assiste a prisões indiscriminadas e, a dada altura, perdido num labirinto, a dúvida instala-se. A sua embaixada diz-se empenhada em descobrir o paradeiro do jovem, mas as evasivas multiplicam-se. A dúvida instala-se. As suas fortes convicções são abaladas. Trata-se, na verdade, de um filme sobre o peso crescente da dúvida num mundo até então elaborado sem fissuras. É muito actual e tem uma interpretação fabulosa de Jack Lemmon.

149 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo