CULTURA

  • Jorge Campos

Deus me mandou, entendeu? (3)

Atualizado: 1 de nov.

Uma retrospetiva brasileira e sul-americana em jeito de BD

10 de março de 2021




pois é, rapaz, correu mal. como juiz passaste por cima do que bem quiseste, fizeste o que te mandaram para evitar a candidatura do Lula, condenaste sem provas e tiveste o prémio merecido. foste para ministro. os incautos pensaram que ias ser o campeão anti-corrupção. ó pá, tu anti-corrupção!... é claro que o outro delinquente deu-te a volta na calma e foste à vida numa pressinha. parece que os teus amigos americanos ainda pensaram fazer de ti uma espécie de Guaidó lá mais para diante. treino já tu tinhas. mas esta coisa do Supremo Tribunal Federal ter anulado as tuas sentenças deve ter-te terminado. olha, com um bocado de sorte ainda vais sentar-te num certo banquinho. mas não te fiques, mete o outro ao barulho. vá lá, conta tudo.


15 de março 2021



o Brasil é um exemplo para o mundo pelo modo como está a lidar com a pandemia, disse Bolsonaro. extraordinário! e quem mandou afinal matar Marielle, assassinada há três anos? outro exemplo para o mundo...


24 de março de 2021



ena pá, de peito feito? imagino o que te irá na alma! acabaste de saber que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu a favor daquilo já conhecido de toda a gente, ou seja, que aldrabaste e andaste a mexer os cordelinhos para tramar o Lula. pois é, foste parcial. a evidência é tamanha que até a tua ex-amiga, a magistrada Carmen Lúcia, não teve como não mudar o voto. e pronto: 3 a 2, foste! olha, moço, estás feito. pela pose, se fosse cá, eu seria levado a pensar que tinhas entrado para um grupo de forcados. estando aí, acho que ficaste com as calças na mão. mas fica-te bem a peitaça. espero ver-te assim quanto te sentares num certo sítio que eu cá sei. a não ser que já estejas de malas feitas para Miami.


18 junho 2021



as veias abertas da América Latina I


Mario Vargas Llosa, 85 anos, prémio Nobel da Literatura: um grande escritor no seu labirinto. nas últimas eleições no Peru, cujos resultados continuam a ser apurados, apelou ao voto na candidata da extrema-direita Keiko Fujimori, filha do antigo ditador Alberto Fujimori preso por corrupção e violação dos direitos humanos. Keiko, que concorre pela terceira vez, evidentemente, não tem culpa de ter o pai que tem. o problema é que pensa e age como ele, porventura pior. em 1990, o próprio Vargas Llosa foi candidato contra o pai Alberto em nome da democracia, sendo derrotado. em 2016, fez campanha pelo banqueiro de Wall Street Pedro Pablo Kuczynski que se candidatou contra Keiko, acusada pelo escritor de pretender restaurar a ditadura. agora, deu-lhe o seu apoio. ao que leio, tratou-se de uma opção entre o o horrível e o horroroso. não sei se o professor de uma escola rural de 51 anos de nome Pedro Castillo, que defrontou Keiko na segunda volta, é o horrível ou o horroroso. Llosa vive em Espanha. é muito ativo nas campanhas das direitas. Castillo é socialista. Llosa tem a esperança que Keiko Fujimore se modere.


21 de junho de 2021



as veias abertas da América Latina II


o presidente que anda com motoqueiros sem respeitar as leis sanitárias, que deixou de convocar o vice, general Mourão, para reuniões, que decide como lhe vem à cabeça, que se tornou uma celebridade em todo o mundo pelas piores razões, divulgou uma extensa nota em que dá conta das maravilhas da sua presidência. Pelos vistos, com ele, acabou a corrupção no Brasil, o país está próspero, os pobres estão a ficar ricos, o ambiente vive um novo renascimento e ele é o campeão das vacinas. pena são os milhares de mortes diárias por Covid e, sobretudo, a incompreensão das multidões que saem à rua em revolta a gritar: não tire a máscara, tire o genocida


9 de Agosto de 2021



as veias abertas da América Latina III


já ninguém se lembra, mas este é o momento em que Jeanine Añez, Bíblia ao alto, se preparava para se autoproclamar presidente da Bolívia na sequência do golpe de estado militar que levou o presidente Evo Morales ao exílio. Morales tinha sido acusado de fraude eleitoral - o que mais tarde se verificou ser falso - e para a sua destituição convergiram ações da polícia, militares e da extrema-direita liderada pelo sinistro "El macho", de seu nome Luis Fernando Camacho, com a cumplicidade da OEA, com sede em Washington, e o beneplácito do Parlamento Europeu. Jeanine ficou de convocar eleições livres com observadores internacionais para repor a legalidade constitucional. o tempo foi passando, e nada. até que teve de ser. primeiro, porque os partidários de Morales pareciam derrotados, segundo, a coisa já estava a parecer mal. vieram as eleições. que aconteceu? Jeanine e amigos foram copiosamente derrotados. ainda se puseram a falar de fraude num ato que eles próprios tinham organizado, mas não deu. resultado: reposta a legalidade constitucional, a senhora está na cadeia. aguarda julgamento acusada de tomada do poder de forma ilegal, bem como de outras malfeitorias como, por exemplo, de também se ter autoproclamado presidente do Senado. sou uma prisioneira política, diz ela agora. não espanta o dislate. e a mim também não me espanta a votação no Parlamento Europeu onde a direita e extrema-direita, em maioria, votaram favoravelmente o dislate da "combatente da liberdade". senhores, todos sabem, a autoproclamada vai ser julgada por um golpe do qual, com Bíblia à mistura, resultaram dezenas de mortes. não é pouca coisa. ou é?


2 de outubro de 2021



a banalidade do anormal. processo em curso.


20 de dezembro de 2021



vitória da esquerda no Chile


acaba de ser eleito o novo presidente do Chile. chama-se Gabriel Boric, teve o apoio da esquerda e do centro esquerda e venceu na 2ª volta deste domingo o pinochetista José Antonio Kast. é um boa notícia para a América do Sul. Boric vai ter uma tarefa muito difícil. a economia neoliberal chilena funciona bem nas folhas de excel mas destruiu os serviços públicos e criou as maiores desigualdades sociais de toda a região. acabar com a constituição fascista de Pinochet ainda em vigor é uma prioridade. redefinir com firmeza e prudência o modelo económico, outra. e há ainda uma terceira: ganhar terreno pela hegemonia cultural num país cuja burguesia, profundamente reacionária, controla a generalidade dos mecanismos da produção simbólica. boa sorte, Gabriel Boric!


28 de Dezembro de 2021



escrevi há três anos sobre o facínora Bolso: "o início do ano ficará marcado pela tomada de posse de jair bolsonaro como presidente do Brasil. Bolsonaro é o que é. em todo o caso, é bom lembrar, ele conseguiu reunir tudo quanto há de pior - ruralistas, militares golpistas e evangélicos, bem como uma multidão de gente hipnotizada pelo medo ou simplesmente dominada pela estupidez. nunca numa eleição se verificara tamanha mistura de primarismo, reacionarismo e irracionalidade. uma mistura explosiva. não é consolo para ninguém que o homem se tenha transformado na chacota do mundo. por uma razão simples. há o reverso da medalha: no mundo também há cada vez mais quem se reveja na insanidade dos bolsonaros. é uma tragédia em curso. pode e deve ser parada. cidadania, resistência, democracia". reitero.


30 dezembro 2021



Vargas Llosa, Prémio Nobel da Literatura, é um grandissimo escritor. haverá quem discorde, mas é a minha opinião. acontece que as suas ideias políticas de tal forma resvalaram para uma realidade paralela que não há causa da direita extrema que ele não defenda acaloradamente. em relação ao continente que é o dele sabe perfeitamente da tragédia resultante da sistemática intromissão golpista - e fascista - dos Estados Unidos nos assuntos internos dos países da América Latina. isso não o inibe de identificar os títeres do vizinho do norte como "libertadores" e "campeões da democracia". ainda agora, no Chile, apoiou o pinochetista Kast contra o socialista Boric. que o continente sul-americano está em viragem à esquerda, aliás de muitos matizes, é insofismável. de tal modo que se Bolsonaro perder as eleições no Brasil e não houver um golpe militar o mapa da região será, quase todo ele, progressista. dito isto, espero que o nosso Vargas Llosa continue a escrever. quero continuar a lê-lo com gosto.

1.219 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo